vistas 184

Este corpo de lama que tu vê, é apenas a imagem que sou
Este corpo de lama que tu vê, é apenas a imagem que é tu
Que o sol não segue os pensamentos, mas a chuva mude os sentimentos
Se o asfalto é meu amigo eu caminho, como aquele grupo de caranguejos, ouvindo a música dos trovões

Essa chuva de longe que tu vê, é apenas a imagem que sou
Esse sol bem longe que tu vê, é apenas a imagem que é tu
Fiquei apenas pensando, que seu rosto parece com minhas idéias
Fiquei apenas lembrando que há muitas garotas sorrindo em ruas distantes
Há muitos meninos correndo em mangues distantes

Essa rua de longe que tu vê, é apenas a imagem que sou.
Esse mangues de longe que tu vê, é apenas a imagem que é tu.
Se o asfalto é meu amigo

Deixar que os fatos sejam fatos naturalmente, sem que sejam forjados para acontecer
Deixar que os olhos vejam pequenos detalhes lentamente
Deixar que as coisas que lhe circundam estejam sempre inertes, como móveis inofensivos, pra lhe servir quando for preciso
E nunca lhe causar danos morais, físicos ou psicológicos

Composición: Chico Science / Jorge du Peixe · ¿Ese no es el compositor? Avísanos.
Enviada por André, Legendado por oscar
¿Ha visto algún error? Envía tu correccíon.