Mandacaru, quando fulóra na seca
É o sinal que a chuva chega no sertão
Toda menina que enjoa da boneca
É sinal de que o amor já chegou no coração
Meia comprida, não quer mais sapato baixo
Vestido bem cintado, não quer mais vestir timão

Ela só quer, só pensa em namorar
Ela só quer, só pensa em namorar
Ela só quer, só pensa em namorar
Ela só quer, só pensa em namorar

De manhã cedo, já tá pintada
Só vive suspirando, sonhando acordada
O pai leva ao doutô a filha adoentada
Não come nem estuda, não dorme, não quer nada

Ela só quer, só pensa em namorar
Ela só quer, só pensa em namorar
Ela só quer, só pensa em namorar
Ela só quer, só pensa em namorar

Mas o doutô nem examina
Chamando o pai de um lado, lhe diz logo em surdina
Que o mal é da idade que pra tal menina
Não há um só remédio em toda medicina

Ela só quer, só pensa em namorar
Ela só quer, só pensa em namorar
Ela só quer, só pensa em namorar
Ela só quer, só pensa em namorar

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct