Já me disseram que ler é uma terapia
Imagina só ler os lábios da menina
Que eu amo...[será que ela sabe?]

No meio da prova, [em câmera lenta] me pede a resposta...
Não sou profissional em leitura labial
Pefiro a arte de apreciar
E então, pode perguntar; que a resposta eu não vou dar,
Não sou profissional em leitura labial
Se você falar mais alto, é certeza, vai se dar mau!

Refrão:
Uma garota linda, engraçada;
Todo sábado vai à balada
Ela só olha pra mim pra pedir resposta,
Mas será que é de mim que ela gosta?
[No meio da prova...]

Eu li os lábios dela...
Eu li os lábios dela...
Eu li os lábios dela...

Mas, o que que há de errado num cara que é certo? Me acham muito metido a esperto...
Ela não pára de olhar pra mim; se eu não der cola pode ser o fim, porque:
Aparentemente ela só quer resposta,
Ler é uma terapia, ela é tudo o que eu queria
Não sou profissional em leitura labial,
Mas quero dispensar a parte sentimental...

Refrão, duas vezes:

Uma garota linda, engraçada;
Todo sábado vai à balada
Ela só olha pra mim pra pedir resposta,
Mas será que é de mim que ela gosta?

Eu li os lábios dela...
Eu li os lábios dela...

Já me disseram que ler é uma terapia
Imagina só ler os lábios da menina
Que eu amo...[será que ela sabe?]

Eu li os lábios dela...
Eu li os lábios dela...

Composição: Jefferson / Leonardo