Olha a onça dele no chapéu
Olha que essa onça é o seu troféu
Olha que essa onça não é fácil de se ter
Tem que ralar, tem que sofrer

Onça pintada que tanto me orgulha
Será o estandarte da minha patrulha
Onça pintada na terra e no céu
Pregada em meu peito serás meu troféu

Somos guerreiros de mata
Estamos sempre em prontidão
De fuzil, pistola e faca
E muita disposição

Dos meus olhos saem brasa
Meu sangue é puro veneno
Sou que nem cachorro loco
Quando solto no terreno
Minha pele é armadura

E não pode ser penetrada
Silencioso e sorrateiro
Preparando as emboscadas
Certa vez em um combate

Mortalmente fui ferido
E até mesmo desarmado
Derrotei o inimigo

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct