Refrão
O que quero não faço, o que não quero isso faço,
É luta que eu travo dentro de mim.
O que quero não faço, o que não quero isso faço,
É luta que eu travo dentro de mim.
Quem me livrará o corpo dessa morte?
Dessa morte, dessa morte, quem me livrará?

Quero um exemplo ser dessa verdade que pregamos
Dessa aventura que é andar com deus
Esse amor sublime esse poder divino
Ao alcance da mais humilde prece
Mas apesar de tudo não julgo ter alcançado
Essa graça tão almejada infeliz homem que sou

Quero fazer bom pai tua vontade em minha vida
Sem hesitar cumprir o teu querer
O teu poder existe, sei que não tem limite
Sei que está ao meu alcance agora mesmo
É só pedir confiando sempre acreditando
Que a batalha será vencida
E vitória então haverá no senhor
Vitória haverá no senhor

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct