No azul silente do céu
Brilha uma estrela sozinha
Com certeza que é a minha
Tão sozinha como eu

Cansada de mendigar
A esmola dum olhar teu
Fui meus olhos repousar
No azul silento do céu

No firmamento sem fim
Que a mão de Deus encaminha
Talvez com pena de mim
Brilha uma estrela sozinha

A sua luz lembra bem
A que dos teus olhos vinha
Mas a constância que tem
Com certeza que á a minha

Passo as noites a revê-la
Na graça que Deus lhe deu
Ando presa a essa estrela
Tão sozinha como eu

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct