Fim de semana ele se ajeita pra sair
Pegar umas gatas pra poder se divertir
Entra no carro e começa acelerar
E no boteco enche a cara sem pensar
De repente chega a hora de voltar
Vaza pra casa amanhã vai trabalhar
Procura a chave, não está mais ali
Ele pula o portão e começa a dormir oh!

Sonho nada mau
As Diabinhas do inferno que legal
Sonho nada mau
E de repente ele acorda no quintal

Não queria mais voltar
Pois achou o seu lugar
Tudo era piração
As Diabinhas indo em sua direção

Sonho nada mau
As Diabinhas do inferno que legal
Sonho nada mau
E de repente ele acorda no quintal

O sonho não era tão normal
O Capetão lhe pegou com a mão no pau
As Diabinhas começaram a rir
E ele viu que seu lugar não era ali oh!

Sonho nada mau
As Diabinhas do inferno que legal
Sonho nada mau
E de repente ele acorda no quintal

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Luis Roberto Júnior Maiochi / Pedro Cezar Carvalho De Moraes. Isn't this right? Let us know.