Amazônia de Todas As Nações

Banda Mel


O mel é puro necta da flor
A sede água do rio mato
A mata virgem em seu esplendor
Devolve o puro ar que eu respiro
Do puro pulmão do mundo
Iô iô iô iô iô

Do alto a ferida é um clarão
Queimada a floresta grita de dor
Que o homem destrói com suas próprias mão
Levado pro todo dinheiro e cobiça
Natureza clama justiça
E quem mata só proteção

Devolve a terra que o homem tirou
Do índio caboclo que sempre zelou
Devolve o verde pra crescer demovo
Preserve a Amazônia
Iô iô iô iô iô

A Amazônia pertence à todas as nações
Ao meu Deus supremo ao Deus pagão
A raça humana teme extinção
Mais peca por sua omissão

Do alto a ferida é um clarão
Queimada a floresta grita de dor
Que o homem destrói com suas próprias mão
Levado pro todo dinheiro e cobiça
Natureza clama justiça
E quem mata só proteção

Devolve a terra que o homem tirou
Do índio caboclo que sempre zelou
Devolve o verde pra crescer demovo
Preserve a Amazônia
Iô iô iô iô iô

Devolve a terra que o homem tirou
Do índio caboclo que sempre zelou
Devolve o verde pra crescer demovo
Preserve a Amazônia
Iô iô iô iô iô

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Fernando Nunes / Romildo Junior. Isn't this right? Let us know.