A Fábrica de Sonhos

Gonzaguinha


A fábrica de sonhos acabou
Era um bom-bocado, cado sem licor
Milagre rima com vinagre (sim, senhô)
Guarda-sol se abre ao sol
Ma' nunca foi frô

Coitada daquela gente que acreditou
Marchando, por minha família, pedindo a Deus
Vai ter que rezar novamente ao São Salvador
Pois a redentora prece, pariu Mateus
Mateus a muito matou e manteve a dor
E fez chover quando era pra fazer sol
E trouxe o sol quando era só pra chover
E não teve nem um pouquinho de simancol

Ô, ô, ô
Será que ocês vai tê que marcha outra vez
Ô, ô, ô
Do mesmo modo que aquela pessoa fez

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct