Tinha fama de briguento
E era o mais marrento pras bandas de cá
Acelerava a caminhonete
Anunciando que ele passa por lá

Seu compromisso era com o laço
Aprontava um regaço só pra intimidar
Viola era companhia e com ele amanhecia
Na mesa de um bar
Ai então ela chegou

Deu ruim demais, o coração não aguentou
Deu ruim demais, o bruto ela derrubou
Deu ruim demais, quase ninguém acreditou
Deu ruim demais e o bruto nunca mais voltou

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct