Pelo Amor de Deus

Milton Nascimento

views 68

Fotos de uma velha festa
Ossos tão antigos, fatos tão passados
No meio das fotos vai roendo um rato
Corre um rato, pega, pelo amor de Deus

Ontem li num almanaque
Aventuras de pastores e cordeiros
Quando eu terminava, uma voz de rua
Disse coisas certas, pelo amor de Deus

Recusando a sobremesa
Um prato de ouro e um copo de vinho
Como o velho Chaplin eu jogo na cara
Tanta coisa pobre, pelo amor de Deus

Beira-mar de uma janela
Panoramisando nua companheira
Corpo contra corpo, pele contra pele
E seu corpo é belo, pelo amor de Deus