Uma vez mais
Não há nada que fazer
Uma vez mais
Dessa vez como vai ser

Num olhar, num sinal
Num lugar pra se esconder
Se encontrar e esquecer
Num segundo de prazer

E na hora de amar
Nem lembrar de se falar
A voz nem sempre sai
E jamais ser tão igual

Ter em cada dedo um sol
Querer um pouco mais
Uma vez mais
O que faço com as mãos

Uma vez mais
Vou além do coração
É melhor um talvez
Que um não depois das seis
Não se faz de uma vez
O que ainda não se fez

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct