O fogo ascendeu
A noite iluminou
Olhos a queimar
Com a lágrima que ali ficou
E ao te ver lutar
Vejo quão pequeno sou

A imagem no espelho é a mão
De séculos de opressão
Responsáveis pela dor

A violência branca
Velada no sistema
Civilidade falsa
Cortina de fumaça
Mata muito mais, mata muito mais
Fala que quer paz, fala que quer paz
Mas é só pros seus, fala pelos seus
Mais que enraizado está

A superioridade
Um tipo de maldade
Doença bem mais grave
Vacina não vai ter
Não há neutralidade
Se nada faz já muito fez
Há quem ainda negue
Todos somos parte

Privilégio cega e dói
Aceitar que costurou
Parte do perverso véu

A negligência branca
Velada no sistema
Civilidade falsa
Cortina de fumaça
Mata muito mais, mata muito mais
Fala que quer paz, fala que quer paz
Mas é só pros seus, fala pelos seus
Mais que enraizado está
Muito mais enraizado está

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct