Apaixonite Aguda

Zezé Di Camargo e Luciano

views 196

Tá na cara que a paixão me pegou
Coração está bombando de amor
Arrebentando meu peito
Um homem quando se apaixona
Deixa a emoção vir à tona
E não assume seus defeitos

A paixão está pulsando nas veias
Eu caí sem forças na sua teia
Sem medo de me entregar
Mas eu não me arrependo
Eu me entrego eu me rendo
Dá pra ver no meu olhar

Sou assim sentimental, sou passional ninguém me muda
Tô curtindo essa paixonite aguda
E me entrego aos prazeres desse vício
Esse vírus da paixão não me faz mal mas me domina
E não tem imunidade e nem vacina
Já que não sou imortal que eu morra disso