Vamos devagar que é pra não fazer poeira
Cavalo que corre muito não conhece ribanceira
Cabra que pisa macio nunca perde as estribeiras
Casar com menina nova, patrão, é fazer besteira

Vamos devagar que é pra não fazer poeira
Cavalo que corre muito não conhece ribanceira
Cabra que pisa macio nunca perde as estribeiras
Casar com menina nova, patrão, é fazer besteira

Sabe todo cabra que é muito aporrinhado
Faz besteira e depois já diz fiz tudo errado
Eu não tô pra isso meu nome é Zé Bananeira
Deixo quem quiser fazer fuxico
Eu sou que nem tico tico nos galhos da aroeira
Vou devagarinho com carinho
Pisando maciozinho
Devagar não faz poeira

Vamos devagar que é pra não fazer poeira
Cavalo que corre muito não conhece ribanceira
Cabra que pisa macio nunca perde as estribeiras
Casar com menina nova, patrão, é fazer besteira

Vamos devagar que é pra não fazer poeira
Cavalo que corre muito não conhece ribanceira
Cabra que pisa macio nunca perde as estribeiras
Casar com menina nova, patrão, é fazer besteira

Toda mulher loura de cabelo oxigenado
Usa o diabo todo bem desamarrado
Moças muito novas já são tão namoradeiras
Não se pode mais ter confiança
Nas danadas das crianças
Tão sabidas como o que
Casamento com menina nova
É pano que tá na prova
Se molhar pode encolher

Vamos devagar que é pra não fazer poeira
Cavalo que corre muito não conhece ribanceira
Cabra que pisa macio nunca perde as estribeiras
Casar com menina nova, patrão, é fazer besteira

Vamos devagar que é pra não fazer poeira
Cavalo que corre muito não conhece ribanceira
Cabra que pisa macio nunca perde as estribeiras
Casar com menina nova, patrão, é fazer besteira

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct