A morte chegou pra você
A ameaça mudou
Já está decidido
Os corvos foram vendidos
Os corvos foram vendidos

Sob o círculo de urubus
Os carniceiros do seu Jacu
Sobrevoam as carnes apodrecidas de um corpo fedido ao molho de caju

Sob o círculo de urubus
Os carniceiros do seu Jacu
Sobrevoam as carnes apodrecidas de um corpo fedido ao molho de caju

Os urubus não tem tem dó nem piedade
Arrancam os olhos e os braços
Os urubus comem e se esbaldam de carne podre
Na BR do sul do Brasil e no sertão também

A morte chegou pra você
A ameaça mudou
Já está decidido
Os corvos foram vendidos
Os corvos foram vendidos

Sob o círculo de urubus
Os carniceiros do seu Jacu
Sobrevoam as carnes apodrecidas de um corpo fedido ao molho de caju

Sob o círculo de urubus
Os carniceiros do seu Jacu
Sobrevoam as carnes apodrecidas de um corpo fedido ao molho de caju

Sob o círculo de urubus
Os carniceiros do seu Jacu
Sobrevoam as carnes apodrecidas de um corpo fedido ao molho de caju

Os urubus não tem tem dó nem piedade
Arrancam os olhos e os braços
Os urubus comem e se esbaldam de carne podre
Na BR do sul do Brasil e no sertão também

Urubu vai acabar com você
Corvo é coisa de playboy
é coisa de gringo
aqui no Brasil é URUBU

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct