views 119
Photo of the artist Adoniran Barbosa

Chum Chim Chum

Adoniran Barbosa


Chum Chim Chum era um china danado
Chum Chim Chum era um homem gozado
Se via mulher na pastelaria
Chum Chim Chum a vida esquecia
Chum Chim Chum então a porta fechava
Vejam só o que se passava:

"Quilida" eu "quelo" casar com você
Sem o teu carinho não posso viver
Quilida me abrasse que eu te dô depois
"Paster" de "parmito" com dôce de arroz

Mas como as pequenas nunca davam chance
O China enfezado vendia entre dois
"Paster" com vento sim senhor
Pastéis com vento sim senhor
"Paster" com vento sim senhor
Pastéis com vento sim senhor

- Ôh japonês. Dá um pastel de carne aí
- "Non", num dá "non". Se num tem dinheiro, num dá "non".

Chum Chim Chum era um china danado
Chum Chim Chum era um homem gozado
Se via mulher na pastelaria
Chum Chim Chum a vida esquecia
Chum Chim Chum então a porta fechava
Vejam só o que se passava:

"Quilida" eu "quelo" casar com você
Sem o teu carinho não posso viver
Quilida me abrasse que eu te dô depois
"Pasterzinho" de "parmito" com dôce de arroz

Mas como as pequenas nunca davam chance
O China enfezado vendia entre dois
"Paster" com vento sim senhor
Pastéis com vento sim senhor
Pastéis com vento sim senhor
"Paster" com vento sim senhor

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct