Os olhos da rua
Que só enchergam ódio e sofrimento
Na noite escura
Sonham em um dia ter respeito

Pé descalço asfalto quente
Rola a bola que eu quero ver
O menino franzino do morro
Que desce pro asfalto pra vencer

Eu não quero ter o que é de ninguém
Eu só quero ser feliz também

No sinal jogando bola
Você tem tempo pra dizer
"Ó seu moço por favor
Me dá um dinheiro pra comer
Sou menino humilde de um país
Que ninguém estende a mão,
Em vez disso fecham os olhos
Me chamando de ladrão "

Hip-Hop:

Bola pro mato um abraço corre cumpadi
Por que o jogo ele é duro e vale um campeonato
Sou artilheiro do meu timo, como na vida o jogo é duro

Sou esperto e sempre estou no ataque

Bola pra frente a cada dia que o sol nasce
É o desafio pela manhã ao raiar de um novo dia
E é no batendo que eu mostro a minha arte
Brasileiro de verdade é a síntese de um artista

O mundo bola ele gira ele rola
Mais é difícil veio de você ficar por cima
É um esculacho mais pra baixo o santo ajuda
E meu time na segunda com certeza ele não fica
Eu viro a mesa...

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct