As metralhadoras arrasam
As endemias matam
As academias exaltam
O homem e sua ciência
Com toda mortal sapiência
Cultiva, respira e exala a violência
Desarme suas atitudes, desarme seu coração
A palavra é a melhor arma, o verbo desarma
Com a força de uma canção
O diálogo concilia
Conquista, reverte e encerra
Mais que batalhas e guerras
O erro dialético, é ético pra concertar
Na guerra não há tempo pra revogar
A rosa de Hiroshima jamais deve brotar
Há muitas rosas nas ruas
Exalando odores mortais
São elas, as balas perdidas
Rosas da mortandade rosas homicidas

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Ajalmar Maia / Alquimides Daera. Isn't this right? Let us know.