Photo of the artist Altemar Dutra

Ninguém É de Ninguém

Altemar Dutra


Ninguém é de ninguém
Na vida tudo passa
Ninguém é de ninguém
Até quem nos abraça

Não há recordação que não tenha seu fim
Ninguém é de ninguém
O mundo é mesmo assim

Já tive a sensação que amava com fervor
Já tive a ilusão que tinha um grande amor
Talvez alguém pensou no amor que eu sonhei
E que perdi também
E assim vivi a vida
Ninguém é de ninguém

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct