Não Sou Bandido

views 9

Era uma noite bem escura
E no asfalto estava a turma
Uma sirene apitou
Era uma rádio patrulha

Já me abalou o coração
Meu violão joguei no chão
E no meu carro entrei
Com minha turma pisei
E fui cortando a escuridão

Eu vi na frente o perigo
Quase que perco o sentido
Sinal vermelho avancei
Acelerando pensei
Eu, eu, eu
Não sou, não sou, não sou bandido

A minha turma fala muito
Que eu gosto de correr
Mas se corro é porquê
Sou bom na direção

Naquela sem prever
O pior aconteceu
Eu entrei na contramão
O pneu saiu do chão
Nada pode acontecer
Pois me chamo malucão

Eu vi na frente o perigo
Quase que perco o sentido
Sinal vermelho avancei
Acelerando pensei
Eu, eu, eu
Não sou, não sou, não sou bandido