Morro de Ciúme Dela

Amado Batista

views 112

Quando ela passa na rua
É um reboliço geral
Um grita, outro assobia
Ela balança o astral
Eu tenho a felicidade
De ser o dono da flor
Morro de ciúme dela, oh, oh, oh

Um diz oh que gatinha
Outro diz que amor
Mas sei que ela é só minha, oh, oh, oh

Ela é a minha garota
Voa prá lá gavião
É um troféu que eu ganhei
Nas lutas do coração
Eu tenho a felicidade
De ser o dono da flor
Morro de ciúme dela, oh, oh, oh