Photo of the artist Ana Moura

Fado Das Horas Incertas

Ana Moura


Deixo a porta entreaberta
Aos medos onde me afoite
Bate a meia-noite incerta
De ser mesmo o meio da noite
Deixo a porta entreaberta
Aos medos onde me afoite

Tão redondas são as horas
Tão inúteis e tão longas
Minha alma quanto mais choras
Mais as horas tu me alongas
Tão redondas são as horas
Tão inúteis e tão longas

Só a dor trai o sossego
No rodar desta ansiedade
Quando á saudade me nego
Fingindo não ter saudade
Só a dor trai o sossego
No rodar desta ansiedade

Tão redondas são as horas
Tão inúteis e tão longas
Minha alma quanto mais choras
Mais as horas tu me alongas
Tão redondas são as horas
Tão inúteis e tão longas

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct