Olha, ninguém desce à lama
Sem antes saber
Que, a desgraça só chama,
Quem vive a sofrer
Que pena, deixaste a decência
Caminhas para a decadência
Trocaste o céu pelo chão
E o bem pelo mal

Sabes, o remorso no peito
Costuma bater
E, ao redor do teu leito
Ninguém hás de ter

Quem te arrasta pra lama
Não, não riscará uma chama
No dia, em que a terra tão fria
Por te receber

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct