Amei, como ninguém te amou querido
De ti o menor gesto adorei
Esquecida da própria vida
Perfídia, mandaste em troca, não esqueci
Das rosas, das orquídeas
Das violetas que eu dava a ti
Distraído no ambiente luxuoso
Em que sempre vivia
Tu deixaste que murchassem minhas
Flores, meu bouquet de fantasia
E agora, que adoras a quem te magoa
Perdoa pelo bem que eu te quis
Perdoa e serás feliz

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct