Graças dou a esta vida
Por teu amor
Graças porque me prendestes
Em teu coração
Tornei-me prisioneira
Deste amor desesperado
Do teu ciúme apaixonado
Do teu amor que não existe igual
Tornei-me prisioneira
De teus beijos tão ardentes
Do teu calor teu corpo quente
Do teu pecado genial

E como eu me sinto bem
Sou tua prisioneira
Na prisão do teu coração
Eu vivo a vida inteira
Eterna prisioneira
Envolvida nos abraços
Mergulhada nos teus braços
Sufocada com teus beijos
Eterna prisioneira
Desse amor tão diferente
Amor tão louco e consequente
Amor assim já não existe mais

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct