No teu viver, que fez um cabaré de moradia
Irás ouvir as notas desta triste melodia
Sem palavras a levar a cada instante
O remorso ao teu perverso coração
Fazendo-te sentir as noites tristes
E os dias negros como a tua traição

Perdoa-me se é o fim, o manto da desilusão
Cobrir-te, barrando sempre o teu caminho
E os que outrora mendigara o teu carinho
Com o desprezo de pagarem o presente recebido
Tua vida, de perdida
E como a sombra te seguir sem cessar
Hás de ouvir, sempre esta canção

Por nelson de campos

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct