vistas 104

De Joelhos

Antônia Gomes


Quando eu me prostro eu volto a crer
Naquilo que só Deus pode fazer
Quando eu me prostro eu posso ver
O espiritual acontecer
Eu não sei quanto vai demorar
Mas eu sei que a resposta virá pois é fiel quem prometeu

De joelhos eu vou avançar
De joelhos eu vou conquistar e não há nada que possa deter
O Deus de Israel há de si levantar, quando eu orar

Em tua palavra eu aprendi a usar as armas da oração
Em tuas promessas descansarei firmado em ti eu estarei
Eu não sei quanto vai demorar
Mas eu sei que a resposta virá
Pois é fiel quem prometeu

De joelhos eu vou avançar
De joelhos eu vou conquistar e não há nada que possa deter o Deus de Israel há de se levantar

De joelhos eu vou avançar
De joelhos eu vou conquistar e não há nada que possa deter o Deus de Israel
Há de se levantar quando eu orar
Eu creio senhor! Eu creio
De joelhos (eu prosseguirei)
De joelhos (eu conquistarei)
De joelhos (chegarei, chegarei a ti)
De joelhos (amada da minha alma)
De joelhos (a ti)
De joelhos (chegarei a ti senhor, eu chegarei)
De joelhos eu vou avançar (alguns confiam em carros, outros em cavalos)
De joelhos eu vou conquistar (mas eu senhor, confiarei em ti
E não há nada que possa deter
O Deus de Israel há de si levantar, quando eu orar
Quando eu orar, confiarei