Sou Deus de livramento
Sou força e sustento
Sou refúgio na prova e escape na cova
E oásis no deserto
E na supremacia o Grande General
O que Eu falo ninguém risca
A última palavra é minha e ponto final

Eu Sou Deus!
Fora de mim não existe outro igual
Pra dar vitória eu abro portas
Eu fecho covas desfaço o mal
Eu Sou Deus! Eu Sou o Senhor!

Pra saber quem Eu Sou
Eu quebro o arco corto a lança
Faço cessar a guerra até os confins da terra
Sou socorro pro meu povo
Queimo os carros no fogo só pra dar livramento

Pra saber quem Eu Sou
Eu viro, Eu saro, Eu entro, Eu saio
E também ergo do pó
Tiro quem se acha grande e no lugar ponho o menor
Sou Eu quem faço reinar e também destrono reis

Venci a Senaqueribe sem na guerra guerrear
Dei vitória a Gideão com buzinas a tocar
Também fiz parar o Sol e lutei por Josué
Eu abri e fechei mar pro meu povo estar de pé
Foi Eu que dei livramento quando Josafá temeu
Já fiz rei comer capim pra saber que Eu Sou Deus
Ai de quem mexer comigo
Além de ser teu amigo quem luta por ti Sou Eu

Nessa peleja não tereis de pelejar
Estas quieto vejas o Meu trabalhar
Fica tranquilo pois Eu já cheguei na prova
Sou teu escudo saiba que ninguém te toca
Se for preciso outra vez parar a terra
Eu paro e luto pois Sou General de Guerra
E ai de quem se levantar contra o escolhido
Mexeu com um dos meus, também mexeu comigo

Se quer saber quem Eu Sou
Eu quebro o arco corto a lança
Faço cessar a guerra até os confins da terra
Sou socorro pro meu povo
Queimo os carros no fogo só pra dar livramento

Pra saber quem Eu Sou
Eu viro, Eu saro, Eu entro, Eu saio
E também ergo do pó
Tiro quem se acha grande e no lugar ponho o menor
Sou Eu quem faço reinar e também destrono reis

Venci a Senaqueribe sem na guerra guerrear
Dei vitória a Gideão com buzinas a tocar
Também fiz parar o Sol e lutei por Josué
Eu abri e fechei mar pro meu povo estar de pé
Foi Eu que dei livramento quando Josafá temeu
Já fiz rei comer capim pra saber que Eu Sou Deus
Ai de quem mexer comigo
Além de ser teu amigo quem luta por ti Sou Eu

Nessa peleja não tereis de pelejar
Estas quieto vejas o Meu trabalhar
Fica tranquilo pois Eu já cheguei na prova
Sou teu escudo saiba que ninguém te toca
Se for preciso outra vez parar a terra
Eu paro e luto pois Sou General de Guerra
E ai de quem se levantar contra o escolhido
Mexeu com um dos meus, também mexeu comigo

Ninguém toca em você
Ninguém fere você
Ninguém mexe em você
Ninguém mata você
Eu sou o teu sustento
Sou Deus de livramento
Desfaço todo vento
E opero no momento

Levante as suas mãos, receba aí agora
Eu estou dando vitória

Vitória

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct