Apelo (Fado Perseguição)

António Zambujo

vistas 320

Ah, meu amor não vás embora
Vê a vida como chora
Como é triste esta canção
Não eu peço não te ausentes
Pois a dor que agora sentes
Só se esquece no perdão

Ah, minha amada perdoa
Pois embora ainda doa
A tristeza que eu causei
Eu peço não destruas
Tantas coisas que são tuas
Por um mal que já paguei

Minha amada, se soubesses
Da tristeza que há nas preces
Que a chorar te faço eu
Se soubesses no momento
Todo o arrependimento
Como tudo entristeceu

Se soubesses como é triste
Eu saber que tu partiste
Sem sequer dizer adeus
Meu amor, tu voltarias
E de novo cairias
A chorar nos braços meus

Composición: Carlos Da Maia / Vinícius de Moraes · ¿Ese no es el compositor? Avísanos.
Enviada por Mariane
¿Ha visto algún error? Envía tu correccíon.