The Promise - A promessa

Arcadia


Aquela cujas lágrimas caem sobre uma voz escancarada
cujos braços estendidos se equiparam à minha fome
estes lábios, será que nunca se juntarão
mas sempre me puxarão cada vez mais perto e mais enroscado?

Em um acordo com um mercador de promessas
entenda, todas as liberdades desaparecem
até um ponto de vista de onde muitas trilhas diferentes se encontram
e nós permanecemos neste precipício
sem muita coisa a salvar
a não ser os gritos tristes e profundos
dos sonhos que caem com nosso próprio movimento

Que o Céu esconda seus olhos, os olhos do Céu nunca secarão

As matizes de mil aços
chegam ofuscando minha face na fúria da guerra
na desolação em campos abandonados
os famintos assumem sua posição, quando não suportam mais nada

Ouça a paixão em suas vozes, veja o Céu em seus olhos
suas esperanças e planos são sonhos à espera de menos que o paraíso
e às vezes fazemos promessas que nunca pretendemos manter
pois a chantagem é o único trato que um mercador de promessas entende

Que o Céu esconda seus olhos, os olhos do Céu nunca secarão (6x)

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct