Quando O Morro Desce

Barrocada


Quando o morro desce pra cobrar sua parte
As janelas fecham e os portões avisam
Quando o morro desce e se mostra vivo
O coração blindado faz que não vê

REFRÃO:

Quando o morro desce
A vergonha se submete
Quando o morro desce
O medo acomete

Quando o morro desce nas orlas mais fartas
Dos míopes olhos celestes caem lágrimas tortas
Quando o morro desce pra matar a fome
Espúrias fardas manchadas tomam forma de Caim

REPETE O REFRÃO

SOLO:
Vamos trancar as portas, proteger nossas piscinas
Fechar todas as vitrines, esconder as alianças
Vamos virar as caras, levantar nossas paredes
Pois o morro tá descendo e um dia ele nos alcança

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct