O Gringo

Bazar Pamplona

Eu era o mais paulista parado no sinal
Eu percorri as listras deitadas sob o sol... de manhã
Não abrem os cinemas e a falas não têm legenda
Eu não sou daqui!

As roupas coloridas nas vitrines me distraem
E os donos da avenida erguem prédios que não caem
O sol explode nas cores das bandeiras no pôster do cinema
Eu não sou daqui!

Não servem os cinemas onde as falas não têm legenda
Eu não sou daqui!