Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja
Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja

Um alemão muito louco
Juntou um bocado com outro bocado
Metade disso naquilo
Pingou mais um pouco e deixou de lado
Foi descansar, ora veja!
Sem mesmo saber que ele tinha inventado
Todo o prazer da cerveja
Danado de gringo, que bendito seja!

Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja
Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja

Gosto da loura ou pretinha,
Que espuma na lata, no copo gelado
Mistura vira mulata,
Que o mundo deseja e fica vidrado
O nome dele, acredite,
Não sei se era Hans, ou, quem sabe, Schmidt
Onde estiver bem esteja,
Danado de gringo, que bendito seja!

Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja
Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Bráulio de Castro / Paulo Elias. Isn't this right? Let us know.