Bate cabeça, bate o grave, bate as anilhas
Não tenho segredos, cê tá ligado que tá na seringa
O fracasso não me pega, o céu não é o limite
Apenas tô focado, o shape tá nos trinques

Onde há ganhos, sempre haverá a dor
Quem é você pra poder me falar de amor
Tô tipo a fera, na captura só da bela
Depois das zero, não se encontra a Cinderela

Seguem os meus passos, olham por onde ando
Se a trembolona tá batendo, causa até espanto
Da nada não, a vida é assim, altos e baixos
Se eu decolo até o céu, minha cabeça eu abaixo

Deus tá por mim, mas todos vocês não
O sonho de vocês é me ver cair no chão
Se o pesadelo é doloroso causa calafrio
Cara a cara com vocês, te causo arrepio

O banco do supino é meu psicólogo
Relembrando meu passado, tipo um prólogo
Tô escalando o Everest pra chegar no topo
Tô gravando tanto som que tô ficando rouco

Tenta me parar, tenta me segurar
Vou mostrar pra você, onde posso chegar
Minha motivação me leva onde quero
Matei o Drácula e dominei o seu castelo

O tempo fecha, a tempestade vai cair
Coração acelerado, mas vou insistir
Tô mandando até a falha, boto pra quebrar
Tenho certeza que ninguém vem me ajudar

A dependência que causa a abstinência
Vitória e derrota são apenas consequências
Já passei do começo, mas tô longe do fim
O importante é que nunca vou desistir

Rap maromba no topo, rap maromba no topo
Tô gravando tanto som que tô ficando rouco
Rap maromba no topo, rap maromba no topo
Tô gravando tanto som que tô ficando rouco

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct