É lá de Ramos a tal morena
Que fez Zé Zuza zuretá
Zé Zuza era filho de Maria
E debochava dos orixás
Mas os exus
Diante da tentação
Sacava do rosário
E arrepiava em trote de avestruz

Mas foi em Ramos que a tal morena
Fez o Zé Zuza zuretá
A moça era bamba dos Cacique
Iniciada em Iemanjá

Má leme, Yaô!
Mexia um balaio grande
Muito mais macio
Que o boto cor-de-rosa do Cousteau

Vejam só
O Zé Zuza cismou de ser pesquisador
E se mandou de gravador
Pro terreiro onde se desenvolvia aí a Yaô

Oi lareiê
Deu umbigada na moça
Bebeu
Acendeu pito, fungou
Zoiando Yaô o Zé zuza zuretô
Yô, yô, yô, yô, yô, yô, yô, yô, yô!

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Aldir Blanc / João Bosco. Isn't this right? Let us know.