Caminhando aprisionado aos sonhos parcelados
Mas não há saída, só seu falso modo
Descartar com um piscar de embargos
Culto ao seu sadismo barato
Que nos fere a consciência

Me diz qual é a solução
Me diz qual é a solução
Me diz qual é a solução
Sendo cultivados em pastos verdes envenenados

Caminhando aprisionado aos sonhos parcelados
Mas não há saída, só seu falso modo
Ao gestor de jornalistas que transmitem o medo
Promovendo e repetindo a maldição

Me diz qual é a solução
Me diz qual é a solução
Me diz qual é a solução
Sendo cultivados em pastos verdes envenenados
Em verdes pastos envenenados

Me diz qual é a solução
Me diz qual é a solução
Me diz qual é a solução
Sendo cultivados em pastos verdes envenenados
Em verdes pastos envenenados

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct