Tua cubata não troca com uma fivenda
Teto falso nem compara com a sua tenda
Colchão não vai trocar com a sua esteira
A sabu ela já tem futuro, não espera

Minha avó já não vê bem, mas nunca mete óculos
Mas ela vê de longe sem binóculos
Não compara com a tua, minha avó é bem melhor

(Ela me disse)
Batatas-fritas não vou trocar com feijão
(Ela me disse)
Comida de rico não vai chegar pra todos nós
Bagre fumado, sei lá mais quanto mal passado
Quiacussa em caquaco isso tudo é pra você depois
Ela diz: Agora podem choraré
A avó bem no futuro estou a pensaré
Às vezes dizia: Mãe, o que vamos comeré?
Ela dizia: Neto, vamos esperaré

(Vó, vó, vó)
Minha avó é muito forte ê
(Ela tem poder, ninguém é forte como ela)
Minha avó é muito forte ê
(Ela tem poder, ninguém é forte como ela)
Minha vovó, vó, vó
(Minha vó é tumba catue)
Vó wé

Minha avó viu sua mãe ê, minha avó viu pai ê
Minha avó viu gente que ela amou bué morrerem
Eu às vezes pergunto-me
Quantas pessoas que ela amou tanto ela viu bazare
Minha avó, do paludismo ela me salvou
Quando a febre tifoide me tocou ela tava lá iê
Ela é tipo médica, trouxe folha
Meteu na minha cabeça, amarrou e eu agora estou aqui

Ela é muito forte
(Ela tem poder, ninguém é forte como ela)
Minha avó é muito forte ê
(Ela tem poder, ninguém é forte como ela)

(Minha vó é tumba catue)
(Minha vó é tumba catue)
Minha avó wê

Colele mama wé
Colele mama
(Minha vó é tumba catue)
Minha vó, minha vó wé, minha vó minha vó
Minha vó wé

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct