Longe do morango e da banana
Longe das ruas da manhã, me encontro eu
Longe do cheiro da moamba
Longe do sabor da kissangua, me encontro eu
Longe daquela gente toda
Que mesmo com chuva não se molha, me encontro eu
Aiué, longe daquele que só fala
E daquele que só ouve ê, me encontro eu

Devinha onde é que eu estou
Devinha onde é que eu estou
Devinha só

Longe da areia e da poeira
Longe dos que provocam guerra, me encontro eu
Longe da lei que o homem inventa
Longe do velho que só senta, me encontro eu
Longe da panela suja, pai
Que mesmo esfregando não ta brilhar, me encontro eu
Aiué, longe daquele que só faz
E daquele que só olha, me encontro eu

Devinha onde é que eu estou
Devinha onde é que eu estou
Devinha só

Não não não não não
Devinha só
Devinha só

Longe da goiaba e da banana
Longe das ruas da manhã, me encontro eu
Longe da lei que o homem inventa
Longe do velho que só senta, me encontro eu
Aiué, longe daquele que só fala
E daquele que só ouve
(Me encontro eu, bem longe de todo mundo)

Devinha onde é que eu estou, êêê

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct