Contra a Maré

Carminho

vistas 108

Eu remo contra a maré, de dia
Quase perco o pé, podia
Uma forma de evitar o dia
Andar de noite e ao luar, podia
À noite por entre as sombras
Correm os rios, as ondas
Sou como o peixe e flutua um feixe de lua
P'ra que não te escondas

Gosto do amanhecer, com calma
Mas quero um chapéu de sol, p'ra alma
O meu canto não se faz dos dias
É claridade a mais, sabias
À noite sobe as estrelas
Bailam as luzes, vai vê-las
Sou como a sombra latina, feita bailarina
Que dança com elas

Eu remo contra a maré, de dia
Quase perco o pé, podia
Uma forma de evitar o dia
Andar de noite e ao luar, podia
À noite por entre as sombras
Correm os rios, as ondas
Sou como o peixe e flutua um feixe de lua
P'ra que não te escondas

Gosto do amanhecer, com calma
Mas quero um chapéu de sol, p'ra alma
O meu canto não se faz dos dias
É claridade a mais, sabias
À noite sobe as estrelas
Bailam as luzes, vai vê-las
Sou como a sombra latina, feita bailarina
Que dança com elas