views 11
Photo of the artist Cirurgia Moral

Onde Tem Abelha Formiga Come Sal

Cirurgia Moral


Licença boy que malandro tá na pista
ò nós aqui de novo
Os carro de malandro Caravan cabuloso
Logo depois da blitz trinca seis caneco pára
No posto do Flamingo aí que os boy fica de cara
Cê qué pagá um pau sai que o morro agradece
É tudo nosso vagabundo os opala os chevete
Num carece ter muito dinheiro pra tira uma onda que
Curto minha lombra de Planaltina a Ceilândia
Tudo em casa né Rei pelos beco é o trajeto
De aro 17 alvo fácil pros boneco
Dá nada o flagrante tá na bota e quem acha
Na BR uma ameaça e gambé queima borracha
O horizonte não é limite pra vagaba
3 horas da quebrada os cu pira (pira)
Suposto não o mundo gira e quem comanda
Bandido de patente vagabundo a paisana
Ah, ó o comboio, muriçoca suspira
Assusta, intima logo quando vira a quina
Quem for mais fraco corre é instinto natural
Aonde tem abelha formiga come sal

Ó só, ó que firmeza amanhã nós tá com a rapa
Parô nas entre quadra vira frevo dá nada
Vai, abre o porta-mala vai deixa o chão tremer
Deixa os moleque viver é assim que tem que ser
Cada um com sua responsa, seu beck, sua lombra
De cima cola os pivete infrator de quadrilha nas
guarita
Dá nada tudo em casa aqui é favela é nossa cara
É tipo motor de Opala só pára quando o gás acaba
De cima das manilha fortalece o cenário
Primário, funciona em 1000 reais de salário
A vida é espontânea, pensou muito aí foi mal
Aonde tem abelha fi, formiga come sal

Comédia passa fome em ninho de marginal
Aonde tem abelha formiga come sal

Quem for mais fraco corre é instinto natural
Aonde tem abelha formiga come sal

Perfume de vagaba é cheiroso mas faz mal
Aonde tem abelha formiga come sal

Da tribo Duck Jay, Rei Cirurgia Moral
Aonde tem abelha formiga come sal

Mais aí...da nada os guariteiro com mocó aqui no teto Respeita os malandro que o papo aqui é reto
Um Eco sport sony pega quem tá de Ciclone
Foi por ali entro no beco sujeito homem
Estilo bonezão um apito e um bermudão
Os playboy se comunica pega ele que é ladrão
Fica de cara umas hora dessas é aí é embassado
Bota ai um gás 10 reais já no colorado
Traz um cigarro motor sempre ligado
e na saída da BR é 234
Oferece um brinde pros parceiros da Cei
Tipo assim aqueles que sempre acreditaram em mim
Da nada, mas um maluco aqui na área apelidado Rei.
De Planaltina gira tribo é o Duck Jay
Parceiro louco na estrada dos comboio
De Chevetera de Opalera de Corjus é Toujo
Neon no painel do rap eu sou fiel minha maneira
a vida inteira caneta e papel na fita é a meta
Os maloqueiro que só pensa em dinheiro
ficaram aqui por baixo até o final o tempo inteiro
Pra Deus acreditar por uns míseros trocados
E mesmo assim aqui não se pode deixar baixo
Da nada da licença ouve aqui e se espalha
Maluco muito doido tipo drerr na calçada
Sei disso não se a trinca tá na mão
É pros pés fica esperto e não paga de cuzão
Semblante frio não da pra desacreditar
Lupa vermelha é melhor não arriscar
Que os moleque tá de boina
Que os moleque tá de touca
E se moscar parceiro véI ai é forca
Da tribo Duck Jay conexou o Rei
E nem a cima e nem por baixo, mas linha na lei
Porque parceiro chapa meu já viveu no breu
Sintoniza o rap em cima como já aconteceu
Sou homem de negócios
São 10 da noite o clima tá tenso os ladrão e os 12
Instinto cabuloso os cara que é febroso
Carreta o som de mala o estilo é som raivoso
Se tu não se interessa pra mim também tá normal
Aonde tem abelha formiga come sal
Traíra aqui na Terra sempre vai passar mal
Aonde tem abelha formiga come sal
Se pra você tá tudo bem pra mim também tá normal.
Aonde tem abelha formiga come sal
Da tribo Duck Jay rei cirurgia moral
Aonde tem abelha formiga come sal