Você era doido demais
Pra notar que você
Era doido demais

Quando olhava ao redor
Você era coisa demais
Pra ficar por aqui
Onde só cabe quem
Se desdobra em um só

É que às vezes quando alguém vai
Parece que ninguém ficou
Que ninguém ficou
É que às vezes quando alguém vai
Parece que esvaziou
Que esvaziou

Você era grande demais
Se mexia demais
Não cabia morar
Nem no Maracanã

Você era logo demais
Era cedo demais
Só sabia viver
Se hoje fosse amanhã

É que às vezes quando alguém vai
Parece que ninguém ficou
Que ninguém ficou
É que às vezes quando alguém vai
Parece que esvaziou
Que esvaziou

É que às vezes quando alguém vai
Parece que ninguém ficou
Que ninguém ficou
É que às vezes quando alguém vai
Parece que esvaziou
Que esvaziou

É que às vezes quando alguém vai
Parece que ninguém ficou
Que ninguém ficou
É que às vezes quando alguém vai
Parece que esvaziou
Que esvaziou

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct