Ontem a garota prostituta se matou
Ontem a garota prostituta se matou
Ontem a garota prostituta se matou
Ah, se matou, ah, se matou, ah, se matou.

Ela não teve nutrição
E a sua mãe a abandonou
Sozinha teve que aprender
Que a vida é dar sem receber

É animal! é animal!
Voce faria, voce seria?
Teria coragem de tentar?
Tente entender.

Cheirou, fumou ela cresceu
Em meio ao podre ela conheceu
Alguém que tinha um lugar
Para morar e para trabalhar
E foi assim que ela cresceu
No submundo da prostituição
Deitando sobre a própria dor
Até que um dia ela se matou.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct