Eu já falei, já disse não
Mostrei o lado instintivo, o refúgio e a razão
E outra vez, 'cê quer comprar
E outra vez eu tenho que gritar: NÃO!
Faço o que penso, eu canto o que sinto
Lá fora não importa
Aqui dentro ninguém vai mudar
Sinto uma força, um deus me preenche
O deus é a fúria
O impulso que me faz gritar
Não me aborreça, não cuide, não mexa
Na vida que é minha
Não adianta tentar me mudar
Se você quer mudança, renove seu mundo
Desperte sua mente
Deixando essa fúria gritar
Ontem fui ao shopping
Onde desfilam alguns bossais
Haviam mil babacas achando-se os tais
Uns tem muita grana
E a cabeça oca
Outros não tem nada
E tentam imitar
Mas todos peidam
Todos tem bunda
Todos arrotam
E tem chulé!

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct