Amanhã há-de raiar a liberdade,
Esperamos nós cada dia que passa,
P'ra não volvermos a cair na obscuridade:
Volta - luz nossa, para sempre.

Jamais virá esse momento
Tal como nenhum anjo desce à terra,
Nem a lugares onde o sofrimento
Despe o azedume e enverga o desespero.

Não face à ordem que nos guia:
A felicidade espera a vez que lhe cabe
E só vem à luz um dia
No quadro da realidade.

Mas eis que na estreiteza da vida,
Seu reino se abre, em imenso lugar...
Por ela nos deixámos iluminar:
E agora sabemos, quando anuncia:
"A tempo me faço chegar".

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct