Na multidão no meio da calçada,
Caminhava eu sozinho e desligado,
Quando apareceu ali na minha frente
Toda insinuante com jeito displicente,

Mulher perfeita me dá uma chance
De conquistar o seu coração,
Não seja má dê seu telefone,
Eu mandarei uma mensagem de amor,
Pra te ganhar e provar o sabor
Eu vou fazer seja lá o que for, pra te tocar...

Pele bronzeada cabelo cacheado
O barulho do tamanco num lindo rebolado,
Cinturinha fina, silhueta de boneca
Jeitinho de criança num corpo de mulher..

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Nando Leal / Vágner Santos. Isn't this right? Let us know.