Aceito de bom grado os teus afagos
Sobre a minha condição desalentada
Não é dessa vez que terei virtudes aos teus olhos
Ou vou ser últil pra tua companhia
Prefiro levar tempo a me descobrir
Do que me entregar incrédulo
Eu preciso saber de onde eu vim
E para onde vou por que estou aqui
Nasci junto com o tempo e me perdi com ele
Hoje não sei mais quem é e nem por onde anda
Talvez seja fugitivo do destino
Estou aqui só de passagem
Procurando as respostas de perguntas que me faço
Desde menino...

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct