Sim, foi golpe!
Orquestrado
Por sorrisos velhos e apertos de mão
Rumo ao passado
A esperança das ruas de 2013
Catalizou aquele grande acordo nacional
Com o Supremo e com tudo
Pra estancar uma sangria
Em nome da família
E de um torturador

Motivo de vergonha, indignação
Os gritos que ecoam das janelas
O lado certo da história
Não tem sangue nas mãos

Uma jovem democracia
Acorrentada nos porões
Pra que velhos ratos
Possam voltar a reinar
Comprando a justiça
Não há corrupção
Entre brancos e ricos
Pois ninguém é julgado
E a vida segue

Motivo de vergonha, indignação
A cumplicidade das panelas
O lado certo da história
Não tem sangue nas mãos

Em cada casa, um ponto cego, um cidadão se levantou
Abriu a porta do armário e o preconceito se espalhou
Quando o passado volta à moda em nome de um torturador
O sonho médio é vestir a carapuça do opressor
E achar que tem poder

Buscando um inimigo
Fomenta a paranoia e o faz pra confundir
Buscando um inimigo
Aponta a arma pra si
E é assim que começa

Motivo de vergonha, indignação
Os gritos que ecoam das janelas
O lado certo da história
Não tem sangue nas mãos

Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Rodrigo Lima / Ric Mastria / Marcão Melloni / Álvaro Dutra · This isn't the songwriter? Let us know.
Sent by andre, Translated by Julia, Subtitled by Madelene
Did you see an error in the lyrics? Send us your correction.