Photo of the artist Dealema

Expresso do Submundo

Dealema


Shhhh
Pouco barulho puto
Já és MC puto?
Vais aos concertos dos Dealema puto?
As letras foram escritas por ti puto?

Esta carta foi enviada do submundo para te dar sorte
Já deu a volta ao mundo mas está na tua posse
Envia-a pelo correio, mas não envies com dinheiro
Senão terás 24h por dia de azar o ano inteiro
De madrugada, irás receber um pacote em casa!
Não o abras, senta-te e primeiro acende um Paiva
Relaxa, observa a chama,
Abre o pacote é uma cassete a tua mãe viu, esconde e
disfarça...
Sobe para o teu quarto
Vai puto, rápido, pega num invólucro e fecha a porta à
chave
Aviso-te, é necessário, o dicionário, caso contrário,
o esgotamento é prematuro
Concentra-te, senão consegues espera não faz mal
Imagina esta cassete como capacete virtual
Tu és capaz rapaz, põe a fita no aparelho
Agora deita-te e aguarda, acende mais um Paiva no teu
quarto
Á tua volta sinto hologramas, silhuetas que saem das
paredes como fantasmas
O teu espirito levanta-se e mistura-se com as cinco
figuras que se movem com o fumo
Não te assustes puto vê o teu reflexo no espelho
Observa como vês tudo mais límpido
O teu espirito regressa de novo ao teu corpo, o som é
inimigo do teu sono
Não penses que foi um sonho, olha para o aparelho está
ligado
Não te sentes nem um pouco curioso?
Repara bem no nome que vem na fita, VÁ-LÁ DIZ DEALEMA

Bem vindo á PUTA DA MÁGNIFICA VERDADE
Aprende e compreende...PUTO não vez...que mudamos a
tua vida para sempre...retiras a fita do
aparelho...carrega no botão vermelho...envia a carta
que recebeste e esquece....

Copia tudo aquilo que eu vi....esquece puto
Queres falar aquilo que eu falo...fica mudo 2x
Veste tudo aquilo que vesti...és roubado
Guarda apenas isto que eu te dou...é um começo


Pergunta á tua mãe porque é que tens a minha cara,
O meu cabelo, os meus olhos, os meus gestos a minha
fala
Carrega numa ou duas teclas á escolha
PREPARA-TE, puto, vou apagar a tua memória
Passa-me o microfone dou-te um segundo
Espero que não sejas claustrofóbico vou te levar ao
submundo
Tal e qual, aquela fabula de natal daquele forreta
Pobre de espirito, menino rico sem sacrifícios
Sobe aquelas escadas, vês o fumo que sai da porta
Agora entra e observa, podes falar que ninguém nota...

Aquele ali é o MUNDO o verdadeiro, o maestro
Já fazia instrumentais ainda tu eras um Feto...
Aquele no sofá é o IX-PIÃO de microfone na mão
Ouve a voz serena, é o MAZE rei do
vocabulário...fez-te juntar dinheiro para comprares um
dicionário
Shhhh, pouco barulho GUSE está ali a dormir no canto
Está cansado com as mãos a cheirar a plástico, ouve o
que eu te digo puto
Não penses que te tornas MC num minuto
Há muitos grupos, mas o importante é o produto
Copias tudo, mas não basta para seres um puro, mas sim
um mudo
Conhece-te a ti próprio porque agora é o começo
Ano zero, DEALEMA tem respeito ou ficas surdo

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct