Andei por vários lugares, mas não encontrei
Algo que me satisfizesse
Então voltei
Perdi muitas amizades
Às vezes errei
Mas nunca fiz da maldade, algo que me fizesse bem
De fora tudo é bonito
Mas nem sempre tudo são flores
A sorte cruzou meu caminho
(Às vezes o azar também)
Não devo nada a ninguém
Viver, correr sem destino
Morrer, fugir deste caminho
Saber que nada é por acaso
Porque não está decidido

Andei por vários lugares, mas não encontrei
Algo que me satisfizesse
Pois então voltei
Perdi muitas amizades
Às vezes falhei
Mas nunca fiz da maldade, algo que me fizesse bem
De fora tudo é bonito
Mas nem sempre tudo são flores
A sorte cruzou meu caminho
Às vezes o azar também
Não devo nada a ninguém
Viver, correr sem destino
Morrer, fugir deste caminho
Saber que nada é por acaso
Porque não está decidido

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct